segunda-feira, 8 de maio de 2017

Prefeitos se unem pela Saúde



CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE

PREFEITOS, NÓS DA EXCLUSIVA CONSULTORIA torcemos para que não fiquem apenas nesta foto. Somos mineradores, precisamos pensar no futuro. Precisamos de união e senso comum.



Conversava tempos atrás com um eminente advogado de políticos sobre a “necessidade” dos municípios da região s e organizassem em consórcios intermunicipais. Em diversas áreas, especialmente a saúde. Evitariam a sobrecarga de serviços, distribuiriam melhor seus custeios, aproximariam as câmaras municipais e a gestão em prol de uma região. Só benefícios e crescimento. Esse advogado me alertou para algo não pensado: não tem cultura ou vontade para isso. Vivemos numa região atrasada em que os interesses pessoais e imediatos sobrepõem a qualquer logica ou economicidade. Resolvi não discutir

Vendo essa carta de intenções e toda a burocracia, gasto, mexida politica e protelações, entendo o advogado. Intermunicipalidade não é política apenas, é gestão.
 
As populações estão carentes e sofrendo, os mandatos duram apenas  quatro anos e ponto, nem dá tempo para se construir algo realmente solido e dignificante. A carta de intenções para o consorcio desfrutar do enorme e dispendioso hospital construído com recursos unicamente da prefeitura de Parauapebas, ao longo de dez anos começa com uma grande injustiça: recebe o nome do seu pior gestor, Evaldo. Quem iniciou tudo, sem conhecimento, sem humildade, com os erros grassos e grosseiros como costuma ser a gestão desta cidade.




Apostamos nos consórcios e há décadas lutamos, sugerimos e escrevemos sobre a democracia, a co-gestão e a ação dos conelhos podem destacar sua conveniência e acertos. Espero sinceramente que as duas “comissões” autoritariamente nomeadas não esqueçam os Conselhos Municipais de saúde das três cidades envolvidas. Eu começaria por pedir um parecer técnico e social justamten desses conselhos, antes de quaqleur ação.

Mas quem serão os componentes dessas comissões? Iletrados políticos ou afiados técnicos? Quando serão divulgados seus nomes e plano de trabalho? A carta de intenç~eos é general e se torna inquientante a falta de prazos, metas. O tempo urge
Mas parabéns aos três prefeitos. Talvez estejamos no limiar de uma nova era para a gestão pública do sul do Pará. Talvez.